segunda-feira, 2 de junho de 2014

Adria - paprenjak



As Paprenjak são uma especialidade croata feita com mel e pimenta preta (a minha especiaria de estimação) entre outras outros ingredientes invulgares em docinhos. É difícil, verdadeiramente difícil resistir-lhes. São (apenas) as melhores e mais viciantes bolachas do mundo. Do meu e do de mais gente, ou não tivessem elas sobrevivido desde o século XIV. Renascentistas*, portanto, e um sucesso ainda hoje.


A receita original é secreta e as que me chegaram por contrabando acabaram de acabar mas, em querendo muito saber a que sabe um bocadinho de céu, é ver aqui, reproduzir em casa. É quase como saber que há pasteis de Belém e matar a gulodice com pasteis de nata.  

*Pensar que da Vincis, Césares e Maquiaveis chamavam-lhe um figo...
(Isto são boatos com meio milénio de atraso, mas é bem possível que os dois primeiros se dessem a tal deleite.)


PS: Sem falar que há variações com chili, lavanda, alfarroba, laranja, gengibre........ ahhhhh



12 comentários:

Ricardo Santos disse...

Muito curioso ! Parece mosaicos em alto relevo panado ! :D
Deve ser bom ...

AFRODITE disse...


Tão lindas! Frutinhos em alto relevo nas bolachinhas dá a ideia que sabem a frutas.
Mas a pimenta dissuade-me! :(


Beijinhos de melaço!
(^^)

Ricardo Santos disse...

Afrodite, a pimenta preta é porque eles têm umas bolachas daquelas com o Kamasutra deles e por isso leva pimenta, para manter a dureza dos conteúdos !!! :))

Pusinko disse...

Ricardo Santos,

É mesmo :) E eu estou em busca dos moldes de madeira dessas bolachinhas para fazer o mais parecido em casa. São maravilhosas, adoro-as!



Afrodite,
São lindas, sim! Mas não deixeis que um travo suavíssimo a pimenta vos impeça dos deleites infinitos nestas criações divinas!
Há com lavanda, laranja para paladares mais frutados... Eu sou fã das originais e essas levam pimenta preta. Não são particularmente doces mas todas são intensas!
Para mim sabem a festa porque não compro bolachas. As que consumimos em casa somos nós que fazemos e as prapenjak são das raríssimas excepções pois são feitas à mão por uma doceira numa confeitaria de Zagreb. Beijo picante :)

AFRODITE disse...


Lavanda... passo! Laranja já me seduz... e se lhe juntar pepitas de chocolate... hummmmmmm...

Estás a fazer-me fome!!
Aie!!!

:)))))


Ricardo Santos disse...

Lavanda era um perfume que havia aqui há uns anos nos frascos verdes !
Com chocolate alinho !
Olha Pusinko, aprende a fazer e depois quando vieres cá avisas que eu vou ter contigo para as provar :)

Pusinko disse...

Ricardo Santos,
Naqueles tempos era um miminho chique e especial. Eu não sei quem inventou esta maravilha ou porque o fez. Em tendo-as não oferecia, nem que isso me trouxesse deleites posteriores lá por razões de kamasutra :)


Afrodite,
Podes sempre tentar a receita mas não adulteres muito. Se tirares a pimenta, continua a ter cravo-da-Índia e noz-moscada que interferem no ideal bolacheiro de muita gente :)
Só provando, memso com menos pimenta.
Agora que vejo a publicidade que lhes faço, estes senhores da Adria bem que me podiam oferecer comissão. Em género, naturalmente :D

S* disse...

Mas que delícia!

Leana disse...

E um dos pacotinhos da próxima remessa é para mim :))

Tio do Algarve disse...

Parecem muito apetitosas...e esse plus da pimenta preta dá-lhes um interesse especial.
Olha já me contentava hoje com umas spekulatius!

Pusinko disse...

Tio,
Spekulation sao bem ricas, é verdade o que dizeis, mas, crede em mim que sao também incomparáveis ao encanto de umas Paprenjak originais (ou a versao moderna da receita velha). Só nao me espumo como o cao do russo porque isso é nojento e há 2 dias achei 2 bolachinhas que tinha olvidado na caixa.
E o meu fornecedor vai a casa prá semana, a modos que antecipo 2 caixinhas para breve. :D

Tio do Algarve disse...

Pusinko,
Está visto que tenho que experimentar essas Paprenjak!
Boas dentadas