terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Ah e tal... ela diz que é óperas e metal mas, e o António Zambujo num bar de jazz ao pé de ti?


Bem, o António Zambujo num concerto tão intimista quanto impossível em Portugal, foi maravilhoso. É isto.

Momentos deliciosos cheios de sorrisos e brincadeiras pelo meio. Pela 1a vez em Berlin e com uma sorte do caneco, fiquei a 2000 milímetros dos músicos, mais coisa menos coisa :)
Espero, no entanto, que o Luís Guerreiro não se tenha assustado com o olhar levemente alucinado deveras curioso desta que vos tecla. Nunca tinha estado tão perto de uma guitarra portuguesa! Obrigada por este serão encantador.

E um beijinho à Margarida por se ter lembrado da Manquinha (alcunha que, espero, deixe de fazer sentido em breve. S. Abegildo me ouça! Amén-doim)


Sem zoom :)










2 comentários:

Ricardo Santos disse...

Acredito, deve ter sido muito agradável !!!

Margarida Carvalho disse...

ora essa! disponha! :)

foi realmente muito bom! o concerto e o restante serão! venham mais assim!