quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Não são de António Aleixo estes conselhos que vos deixo...

... mas são bons na mesma.

Do álcool em salto agulha
Quem usa saltos (muito) altos, sabe que há várias condicionantes da elegância a eles associada. O treino melhora o resultado, mas não resolve tudo. É necessário moderar* a ingestão de álcool e usar de algum recato em coreografias reminiscentes de rituais de acasalamento. Estar consciente do espaco pessoal e do ambiente que nos rodeia,  evita estraçalhar pés alheios** e/ou cair estrondosamente.
Já agora, um pernil de grande perímetro com salto agulhas dá a ilusão "Dumbo vai ao Ballet".




* A velha regra de alternar 1 bebida alcoólica com 1 copo de água vale ouro.
** Nao foi o meu pé, mas estragou-me a noite porque a amiga não se mexeu mais até irmos embora.

4 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

Já experimentaste fazer a coreografia do gangnam style em saltos altos? :P

D.Pereira disse...

é por estas e por outras que só uso saltos pequeninos xD

Joana disse...

Aí está uma coisa que eu não consigo usar, saltos agulha. Já experimentei e não consegui caminhar. Digamos que sou mais adepta de sapatos com saltos confortáveis, como cunhas e afins.

beijinhos

Pusinko disse...

Jedi,
Na passagem de ano foi a Macarena. Mas estava preparada. Temos de escolher os eventos. por ex, hoje fui ao concerto com tacoes perigosos porque o consumo de álcool é reduzido e não há cá coreografias doudas para cair abaixo dos sapatos. Não vou partir o tornozelo por causa de um coreano que canta coisas estranhas e virais :p

D.Pereira,
Se treinares em casa, podes arriscar um bocadinho


Joaninha,
Só uso em ocasiões especiais :) Além disso não são para o dia a dia, excepto para modelos e artistas de passadeira vermelha. Digo eu.