domingo, 17 de junho de 2012

"Please Mind the Gap"... ap ap


Era um gap pequenino que separava o metro da plataforma.
Grande demais para o telefone esperto da moça que ia com pressa.
Puff.
Mais não sei, porque eu só saí na estação seguinte.

E eu que já sou um nadinha paranóica com estas coisas (cartão MB, chaves, carteira) em doses absurdas (senhores de bata branca chamam-lhe TOC), agora que vi acontecer vai ser mais um filme mental para me azucrinar.

4 comentários:

AC disse...

Quando estive em Londres, achava imensa graça a repetirem constantemente num altifalante...Mind the gap, e eu até achei que era um bocadinho despropositado porque ninguém se vai esquecer que entre o cais de embarque e o comboio, existe um vazio...

Deixar cair alguma coisa nesse vazio, é azar mesmo, livra!

beijinho Pukas:)

Paula Nogueira Guerra disse...

Todo o cuidado é pouco e para os despassarados todo é quase nenhum :)

António Branco disse...

... talvez um alerta para o excesso de tempo ao telemóvel...

Pusinko disse...

AC,
Por acaso foi mesmo nessa frase que pensei quando vi o tlmv a cair :)
Coitada da rapariga.


Paula,
Eu sou despassarada, e obsessiva-compulsiva e tenho cuidados um bocado absurdos com uma data de coisas. Telefone incluido.


António Branco,
Sem dúvida. ela ia de facto a brincar com o telemovel e conversar com a amiga. Multitasking gone wrong...


Beijokas a tutti