domingo, 10 de junho de 2012

Da fome insaciável



que nos faz rolar na cama, no chão ou no sofá, disfarçando o incómodo do corpo forçado à imobilidade por um livro.  Há bons livros para saborear lentamente, cujo deleite advém da degustação pausada.
Há bons livros que nos impelem a ler 430 páginas de uma assentada, aspirando concluir a centena que falta antes do sono vencer. Uns e outros merecem ser relidos mais tarde.

6 comentários:

Pseudo disse...

Só falta o título do livro em questão. :)

AC disse...

Adoro ler, e se a leitura for mesmo interessante esqueço-me de comer e de dormir para ficar a ler mais um bocadinho.

Pusinko disse...

Pseudo,
Hoje é O último segredo do Rodrigues dos Santos. E acabei-o agora.
Próx semana sai um da Josefina Bonaparte que me emprestaram. Mas tenho para mim que lerei mais calmamente :)


AC,
Pois, eu sou mais calma quando leio romances ou obras densas.
Se pegar num livro sobre templários, ordens religiosas e mistérios medievais, livros da Isabel allende ou outros do género, tendo a devorar para aplacar a urgência de encadear o fim de um capítulo com o início de outro... e sempre assim até à útima página.


Beijokas a ambas e duas

Joana disse...

Eu tenho a mania de ler vários livros ao mesmo tempo. Até porque alguns deles são para ler devagarinho, outros para reler e depois há aqueles que são lidos num só folego e que anos mais tarde volto a ler.

Beijinhos

Orquídea Selvagem disse...

Gosto de ler na cama, +e o meu local de leitura preferido... só que tenho um problema... é que por mais almofadas que arranje, não consigo arranjar posição que dure muito tempo! O corpo acaba por se queixar e lá se vai a concentração da leitura!

No tempo frio é que é uma "anedota"... porque a posição de ler um livro não se coaduna com a vontade de me meter debaixo dos cobertores... ahahahaha


Beijinhos literários! :)

Catarina disse...

Esse género de livros são livros que dá vontade de ler de uma assentada só!

Não sei se por aqui se lê Harry Potter, mas lembro-me quando começaram a sair os primeiros livros estar na cama ás quinhentas para querer saber o fim! Uma vez a minha mãe apanhou-me e tive de recorrer à estratégia da lanterna debaixo dos lençóis (estranho constatar quanto tempo passou desde que saiu o primeiro livro do Harry Potter... Estou ficando velha...)