quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Pena que foi uma das boas



"A juíza Patrícia Acioli julgava com frequência crimes cometidos por  polícias corruptos e ligados a grupos de extermínio. A magistrada tinha  fama de "linha-dura", sempre a agir de maneira rápida e eficaz na punição  dos criminosos. 
No dia 11 de agosto, Patrícia Acioli foi vítima de um homicídio programado  por polícias cujo processo ela estava a julgar."

1 comentário:

Paula NoGuerra disse...

Pois... é o que acontece aos bons!