sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Irritam-me os idosos e deficientes físicos

ficarem tão agradecidos por lhes ser cedido um lugar no metro. :(

Senhoras e senhores séniores, pessoas de qualquer idade privadas de capacidades físicas óbvias: é um direito, não é favor nem piedade por uma situação delicada. Phoda-se! Não foi doação de um rim. É tão mais simples que isso! (Sim, já falei aqui, mas é triste)

Ceder passagem e, mais ainda, lugar sentado no metro (ou outro) é  obrigação de TODOS os que estiverem em melhores condições. Querem ler um livro? EU também. E leio mais tarde porque é vergonhoso alapar o rabo enquanto pessoas ao nosso lado estão em maior risco de desiquilibrar e magoar-se a sério.
Cada pessoa que cedesse o seu lugar no metro, deveria receber uma régua mágica para distribuir meia dúzia de pauladas no fundo das costas da canalha miuda e graúda que faz de conta que não vê. Os miudos, deveriam ter como exemplo os adultos. Infelizmente, não têm para onde olhar, que os adultos presentes só com o toutiço em brasa é que aprendiam a não sentar e dar espaço a quem precisa. QUE NERVOS. Hão-de precisar e ser ignorados à séria. Abstruntos!


PS: Salvo alguns casos, como os 2 moços que, na semana passada, nem pestanejaram ao levantar-se para dar lugar a 1 casal com muita experiência de vida :) Nem tudo é mau! Mas podia melhorar imenso.

5 comentários:

AC disse...

Gente egoísta,e mal educada que só vê o seu umbigo e só pensa em si própria.
Um dia também chegarão a precisar de um lugar...

Beijinho pukas
Bom fim de semana

André disse...

Tens noção que hoje em dia quase que parece mal ceder o lugar?

(e se for a uma mulher não muito longe da minha idade parece engate)

CoisasDaGaja disse...

Mas ficam! E sabes porquê? Primeiro porque cada vez é mais raro pessoas conscientes desse direito e segundo porque há cada vez menos pessoas (adolescentes e afins!) educadas para ceder lugar aos mais velhos!
E essas pessoas que agradecem até pela luz do sol, são educadas por natureza. Educadas e agradecidas pela generosidade dos outros ;)

Joana disse...

Também me irritam essas situações. Parece que existe cada vez menos pessoas com consciência cívica. E mais, essa é uma das "novas" disciplinas que os meninos hoje em dia têm na escola.

Beijinhos

Paula NoGuerra disse...

Há quem olhe para o lado a fingir que não está a VER... o que fazer a gente dessa??? Só um cacetada no meio da testa!

Eu quando estava grávida da minha filha (e olha que isso já foi à 17 anos atrás) estava eu no metro e foi preciso uma amiga minha se zangar pois ninguém se levantava... há coisas que não mudam!