domingo, 10 de julho de 2011

A ouvir #27: Lady in Red - Chris de Burgh


Junho de 2009. Voltavamos de um casamento de amigos muito especiais. O meu vestido vermelho sangue (arterial) esvoaçava ao descer as escadas de uma qualquer estação de metro desta capital (e das boas). Um homem tocava guitarra. Quando passei, sorriu e cantou esta música para mim. Não saí dali, presa àquela voz quente e olhar directo.
Esta não é uma música de alguém. É para aquele momento.

8 comentários:

pink poison disse...

Que momento mágico Pukas!!!

Mona Lisa disse...

Associo a antigos "amores", mas ainda assim a música é muito gira. Perfeita para ouvir num casamento, diria eu:)

Pusinko disse...

Pink: pois foi :) Foi a 1a vez que usei aquele vestido. E ando há dias com esta música na cabeça.

Mona Lisa: Associamos quase sempre músicas a pessoas ou momentos porque foram arquivados ligados um ao outro. Esta foi sem dúvida uma música perfeita naquele momento. Mas confesso que só está o original porque não tenho como postar aquela voz, que era muito melhor ;)


Beijokas às duas

Ana disse...

Parece uma cene retirada de um filme... :D

Joana disse...

Quando fui a Santiago de Compostela, na rua principal de acesso à Catedral estava a um senhor a tocar viola. Quando passei com os meus amigos, ele começou a tocar a Garota de Ipanema e nós começamos a dançar. Criou-se ali um momento muito engraçado. :)

Beijinhos

CoisasDaGaja disse...

A música é já de si fantástica. Eu quando a ouço associo a outros momentos lá atrás, num passado já distante, também não é de ninguém, é do tempo :D

Manuel disse...

Já dancei essa música, noutra vida.

Sutra disse...

Caramba... adoro esta música! Obrigado! :)

beijo
sutra