quarta-feira, 27 de abril de 2011

Sobre a Páscoa

A momento "Páscoa" deste ano foi um ovinho mal cozido ao pequeno almoço. (Que não é só na Páscoa que como)
Depois, fui trabalhar.
Na segunda-feira (de Páscoa), não ligo muito desde que saí da terra onde nasci, fui dar 1 aula/explicação de a um aluno do secundário. 
Antes de sair, a mãe dele ofereceu-me coelhinhos de chocolate, ovinhos de chocolate e uma prendinha muito cheirosa para uns banhos de espuma... porque era uma lembrancita de "Páscoa".


Nota: São muçulmanos e devotos, dos que rezam e tudo. Não há estas modas de muçulmano não-praticantes como se faz em PT, por exemplo.
Achei tão bonito o facto de saberem que é a maior celebração (católica/cristã) e darem-me mimos por eu estar longe da minha família. Sim porque também tive abraços e festinhas na cabeça para não ter saudades.

Gente assim aquece-me o coração. xD

5 comentários:

Lost Soul disse...

estar longe de tudo às vezes é uma benesse...outras um terror...mas o meu berço de nascimento será sempre único...

beijo


ps: cuidado com o chocolate engorda...segundos os entendidos um gosto na boca uma eternidade na barriga e nas ancas...ehehehehe

Mr .Brightside disse...

3 posts seguidos a preto :D daqui a 2 ou 3 posts ja posso comecar a comentar construtivamente

Pusinko disse...

Lost Soul: Eu gosto de estar longe. Estou mais perto de mim e sou muito mais eu.
Tem dias em que custa mais. E ontem foi bom este momento :)

Eu moro com 2 moços, altos, espadaúdos e que não deixam os coelhinhos passarem de prazo. Além do que, gosto de chocolate preto ou com picantes... eles bem que podem acabar com a taça gigante na cozinha (todos os chocolates da casa estão lá, basicamente).


Mr .Brightside: 2 a preto e um a roxo (muito escuro). Há um padrão associado, e isto significa que estou a acalmar outra vez. O blog tem um ar menos psicadélico de novo e ainda bem :)
Então conversamos daqui a 2 ou 3 posts :)


Beijos a ambos

B. Cérise disse...

É nessas coisas que se vê quem se preocupa realmente!
E sempre passaste uma Páscoa com o coração mais aconchegado!
Beijos*

Daniela Pereira disse...

tás melhor que eu que tou na terra que nasci como sempre tive e mesmo assim não festejo/ligo à pascoa.