terça-feira, 30 de junho de 2015

A TVI alemã: o drama, o horror, Moto GP e trufas de chocolate (do Equador)


Errata
Onde se lê "TVI alemã" leia-se "todos os canais generalistas".

Em Portugal é comum ouvir o público referir-se à "TVI" como o fim da linha no que a programação de baixa qualidade diz respeito. Confesso que há fundamento para certas piadas mas, se quem fala assim visse um bocado de TV alemã talvez reformulasse a sua escala de mau.
Aqui também há melodramas de fazer chorar as pedrinhas da calçada, actores atrozes e apresentadores que estavam bem melhor a embalar sandes de queijo para máquinas de venda automática do que na TV nacional. A caixinha mágica germânica merecia mais, a sério que sim. Mas, pelo menos há a publicidade geral para equilibrar as coisas. Pois sim... nos intervalos há anúncios que me fazem questionar se permitem consumo de drogas pesadas nas companhias. Não as que inventam certas atrocidades, as tais empresas criativas ahahahahahah mas as que, alegremente, pagam e não bufam por tais produtos. Isto começ...

- Ah e tal, Pusinko, então não eras tu que afirmavas a pés juntos (e em separado, dedos cruzados e o chifrudo a 4) que não tens nem vês televisao? Que vem a ser isto?
- É um facto mas...
- Esperava mais de ti, francamente!
- Deixa-me acabar, por favor? Há uma razão para tudo.
- ..........

Como eu ia dizendo antes do Joel me interromper - o Joel é o meu amigo imaginário preferido e tem direito de antena no blog sempre que quiser - isto comecou com o retomar do ginásio. Várias máquinas possuem televisão (e mariquices tipo tweeter, FB...) e uma pessoa experimenta diferentes canais porque não os tem em casa e sempre se passa o tempo. Sucede que, após um zapping agoniante, dou por mim feliz com os resumos de Moto GP (à propos, e o duelo entre o Marquez e o enorme Rossi no fim de semana?) ou campeonatos de snooker. Assim como assim, são mais respeitáveis que a verborreia televisiva disponível às 7 da manhã.

Em resumo, a televisão generalista nesta terra é um poço sem fundo de tesourinhos deprimentes. Da publicidade aos reality shows, dos programas de entretenimento aos concursos, das telenovelas aos filmes dobrados, haveria muito por onde reflectir, tivera eu engenho e arte (ou paciência, vá) para esmiuçar isto a eito.

Nota final:
Caros alemães, fazeis castelos bonitos, que fazeis, mas olhai que nisto das novelas, as da Globo dos anos 80 têm muito para vos ensinar. Importai que vos faz melhor.

Era isto. Adeus. Boa noite.


PS: E trufas de chocolate? Cuidais que eu olho para a TV alemã sem um motivo sério?


Notai que a melhor chocolateria de Berlin é exactamente em frente ao ginásio. Detalhes sórdidos de quem sabe o que tem lá dentro AQUI.


6 comentários:

Tio do Algarve disse...

Não acredito!!!!! Em Janeiro fiquei na Charlotten Strasse, mesmo perto do Deutscher Dom :-(
Bem me podia ter dado para ir ao ginásio!!!

POC disse...

Belos chocolates. Já aí estive.
Se soubesse que estavas por aí, até quem sabe nos poderíamos ter conhecido. Fica para a próxima. Na Argentina, talvez.

Jedi Master Atomic disse...

Olha, enfia a carapuça, no teu caso, a boina :P

Pusinko disse...

Tio do Algarve,
Em estando só uns dias não há necessidade de ginasiar :) E eu entrei lá depois de Janeiro. estava noutro que não ficava de caras com o perigo chocolateiro. É preciso resistir, ou ir a horas em que a loja está fechada :)



POC,
Pois é! Saber que O Autor pisou solo berlinense e nem uma cerveja bebi... ahhh se o tempo voltasse atrás :)
Quem diz Argentina diz Butão... sabe-se lá onde nos levarão as coordenadas de viagens?


Jedi,
Com mais de 30 graus não há boina à vista. Nonononono :p
Com mais frio, enfiarei sempre a carap... boina!

Pulha Garcia disse...

Por acaso não ando a pensar ver novelas Alemãs (têm demasiados "erres"). Mas a Berlim volta-se sempre. Kuss.

Pusinko disse...

Pulha,
Eu tb nao vejo novelas alemas, mas há uma que existe há imensos anos e passa-se em Berlin. O meu flagelo sao mais programas da manha... tao maus como em todo o lado. só que em alemao, que nao ajuda nada.

Volta entao a Berlin.
Kuss