quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Aquele dia em que


se acorda ainda noite para dar seguimento a um projecto e os imprevistos num desafio se resolvem em tempo útil com perspectiva de sucesso, é também aquele dia em que, depois de 10h de trabalho se faz uma pausa para café da qual se volta 15 minutos depois para encontrar tudo escangalhado.
É nestes momentos que apetece mandar tudo fornicar.
)/(/&%"ª^±"#|\\$@L^((/%=)&/  x1000


6 comentários:

Pusinko disse...

Leana,
riqueza, não foi tão grave como isso. Mortificar-me-ia sem fim se fosse irresponsável a esse ponto...
Mas foi um pupu, sim.

Pusinko disse...

Leana,
Eu ri mas não posso publicar o teu comentário pois relaciona-se directamente com a razão de ter ido co'caneco e é assunto tabu aqui :)

Beijão bebé

Leana disse...

Ahahah ok, ok por esta passa :p

Leana disse...

E já sabes, para a próxima não há cá saídas para café. A menos que eu esteja por esses lados :D

Pusinko disse...

Leana,
Quando tu vieres de novo, eu tiro férias.
PS: A Sele ficou TAO contente de saber que voltas que devias ter visto. E nem falou em pasteis de Belém, portanto, ela gosta mesmo de ti :D
(Ficou mesmo, tão fofinha já a perguntar pra quando)

Bacio morbidíssimo

Leana disse...

Ohhhhhhh!!! Mil beijos para ela! Só por isso levar-lhe-ei umas caixas seladas de pastelinhos à prova de roomies gulosos! Ohhhhh ela é mesmo, mesmo, mesmo um amor! Morbidíssima!!! Tovaillolo! :D

Bacci ragazzas de mio cuore <3 (sem google translate hã?) <3