terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

A ouvir # 67 Toxicity - System Of A Down


Em versão original



Ao piano, para uma disposição diferente



Gosto muito de ambas.





12 comentários:

teardrop disse...

Saudades destas músicas :)

Leana disse...

Não conhecia a segunda versão, adorei. Mesmo bom.

Ricardo Santos disse...

Percebi a tua faixa etária e "Rock" já tenho alguma dificuldade em ouvir, embora seja do tempo em que ele se iniciou. A versão de piano demonstra que um simples instrumento consegue substituir uns quantos e de uma maneira muito mais agradável para o nosso ouvido. Gostei desta última bastante !

Pusinko disse...

TEardrop,
Sabe tao bem amtar saudades delas :)

Leana,
Eu tenho uma lista de versoes de músicas rock-metal-gótico em piano e adoro :)

Ricardo Santos,
Eu tenho 30 anos e nao tenho um gosto definido no que toca à música. Vario entre clássico e metal. Também tenho dias em ouco percussao japonesa (que irrita grandemente a maior parte das pessoas) de manha, e uma missa gregoriana À tarde. Tenho uma coleccao de música oriental e nunca sei escolher um só género. A etiqueta deste post mostra um bocado essa confusao musical em que vivo :)

Pulha Garcia disse...

Muito melhor a segunda versão. E grande execução.

Nada disse...

Ainda hoje ouvi essa música. A versão de piano está muito boa!

Pusinko disse...

Pulha,
Eu gostava muito da 1a versão. Depois... depois ouvi a 2a e o "muito" passou para aqui.


Nada,
Também ouvi hoje (ontem) e depois de tanto tempo soube bem.

Tio do Algarve disse...

Gostei mais da segunda versão, que não conhecia. O metal não faz muito o meu género, mas a versão só com o piano é muito agradável.
Os meus gostos musicais são muito ecléticos, mas o heavy metal cansa-me bastante.

A Minha Essência disse...

Gostei bastante de ambas, mas a segunda, ao piano, é qualquer coisa... ;)

Ulisses L disse...

System of a dawn...
...a banda que eu adoro odiar!

Uma das minhas antigas bandas de covers tinha esta música no reportório, bem como a Chop Suey (que por mero acaso era o nome da banda). Ainda assim nunca os meus colegas me conseguiram convencer a pegar na guitarra para tocar qualquer uma das duas...

...mas infelizmente tinha de levar com as músicas enquanto os deixava no palco e ia para o balcão beber umas imperiais...
...o que estragava um bocado o gosto das imperiais...
...mas, enfim, o mundo não é perfeito, não é verdade?

(aliás, a mera existência desta banda, do meu ponto de vista pessoal, é prova maior da afirmação acima!)

:)

S* disse...

Gosto beeeem mais do cover. Adoro piano.

Pusinko disse...

Tio,
Eu tenho boa relação com o metal. De concertos a playlists para trabalhar. No entanto, confesso que me derreto com a 2a versão.


Essência,
É exactamente o que penso :)


Ulisses,
Fizeste-me rir com este comentário. Por um lado entendo. Conheço 2 músicas deles que são, exactamente, a Toxicity e a Chop Suey. Gosto de ambas, mas não me interessa a banda. É como os Osasis. Reconheço várias músicas deles, e adoro a "Don't look back in anger" que nunca canso de ouvir.
Dificilmente este blog falará de novo neles, salvo se a outra música vier a ser postada. Fora isso, fica prometido o silêncio.