segunda-feira, 22 de julho de 2013

Hoje é a noite




Já quebrei várias, tenho outras tantas por quebrar. As que deixamos que nos imponham sao as mais difíceis, e as mais libertadoras também.
Tributo ao pacotinho de acúcar que andou 1 ano comigo e sobreviveu.

4 comentários:

AFRODITE disse...


Bem... sobreviver lá sobreviveu!! Mas ficou num estado bem precário, o pobre! :P

Ouve lá... que regra é essa que vais quebrar hoje, hum??


Beijocas curiosas
(^^)

Pusinko disse...

AFRODITE,
Uiiii se eu te contasse :)

Poppy disse...

De vez em quando sabe bem :)

O pacote de açúcar esse é um sobrevivente!

Beijos*

Paula Nogueira Guerra disse...

Sem tabus assim é que é!!!!