sexta-feira, 26 de julho de 2013

À (mais) querida:


nunca me sais do pensamento, mesmo que te veja e ouça tão poucas vezes. Os teus conselhos cá continuam, ressoam dentro de mim de quando em quando, com a tua voz, palavras e expressões.
Serás sempre a dos provérbios sábios ("Já diziam os antigos..."), da liberdade consciente, dos segredos (antes da mãe saber), da gaveta com chocolatinhos e dos brindes no fim de cada ano lectivo (sabes que é por tua causa que só gosto de champagne em flutes?).
Um dia, sem ninguém contar, caiu aquele fardo imenso nas tuas já sofridas costas. Tão pesado que deitaria por terra qualquer um, todos entenderiam se desistisses. Mas tu não. Simplesmente não és feita da massa de qualquer um. A nobreza da tua reacção está gravada em mim desde uma conversa só nossa há 18 anos. Nesse dia, mulher de armas que és, decidiste que a batalha seria noutro campo. Querias arejar e levar-me-ias como intérprete - foram os argumentos que apresentaste para justificar a nossa viagem. Foi a 1a vez que andei de avião :)
Cuidaste de mim em bebé; cuidei de ti mais tarde. O mesmo amor que me dedicaste voltou para ti embrulhado numa cumplicidade exponencial. Sou muito grata por essa experiência. E por todas as outras. Sê-lo-ei sempre.
Já comprei bilhetes, avó. O nosso abraço está agendado. Tenho tantas saudades tuas!




6 comentários:

AFRODITE disse...


Emocionaste-me rapariga...


Um beijinho
(^^)

Joana disse...

Lindo! :)

Beijinhos

Pusinko disse...

Afrodite,
Não posso aparvalhar o tempo todo. Lá no fundo tenho 1 coração de manteiga.
agora a sério, tenho memso muitas saudades daquela rapariga de cabelo grizalho e abraços tão bons que é um exemplo de vida para mim.

Joana,
Obrigada fada :)



Beijokas a ambas e duas

AC disse...

Um pedacinho de ti e da tua história contado aqui. Sempre emocionante quando falas de ti e dos que mais amas. Muito terno.

Beijinho grande doce Pukas

Pusinko disse...

AC,
Nao é raro falar de mim, mas é muito raro ir assim fundo na alma.
Por vezes (como desta) sabe tao bem :o)

Beijo grande

Paula Nogueira Guerra disse...

Um mimo delicioso xxx