quarta-feira, 29 de maio de 2013

Paris, franceses, arte e macarons

 
Há coordenadas na Terra que merecem mais do que uma viagem relâmpago. Devem ser saboreadas, sentidas na pele, sejam mar, deserto ou urbe. Chamam-lhe cidade do amor, por isso, aceitei ser-lhe apresentada por alguém que ama esta capital. A Marinnen é uma amiga muito estimada que tem Paris no coração, enrolada em memórias de criança e adulta, povoadas de música francesa dos tempos de ouro. Vinhamos de países diferentes e encontramo-nos em frente à Notre Dame. A partir daí, foi só maravilhoso.  Conhecer Paris pelas mãos de quem sabe onde ir tem outro sabor. Entre galhofa, Disneyland (iupii), vinho, gárgulas, champagne, macarons (o 1o e melhor do mundo é na Les Marquis de Ladurée), música, gárgulas, baguette (diariamente em papel e debaixo do braço), chás da Hédiard, Torre Eiffel, esculturas de tirar o fôlego, gárgulas, jardins belos, gente com estilo, pâtisseries e, claro, gárgulas, cada segundo valeu a pena.

A primeira coisa que fiz na Disney: as chávenas. 
Razão principal para lá ir no que toca a sonhos infantis por concretizar :)

Palácio da Bela Adormecida

Esperei por Paris para provar maracons. 
E felizmente foi no melhor sítio do mundo e com
 pontaria para o melhor macaron de sempre.

Do Ré Sol cruza com La Fa Mi. Ou não

Primeira coisa que se faz quando se chega perto da Eiffel:
Crepes com Nutella

Eu tenho panca por outras coisas.  A Marinnen tem por A Torre. 
São milhões as fotos da dita.

Moço capaz de acrobacias do catano junto ao Sagrado Coração
 Ponte Jámesquece :p

Falta alguma coisa? Faltam duas. Seguem em breve :)


PS: Todas as fotos são da autoria da Marinnen. Esta que vos tecla tem talento para outra coisa qualquer que não é enquadramento e fotografia em geral, particular e factorial.




6 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

Não percebi. Escreveste neste post que havia o quê? Gárgulas? Ah pois foi. Quase que me passava despercebido :P

Paula Nogueira Guerra disse...

Quero muito lá ir com o marido... e até posso dizer que não estou muito longe... são apenas 3 horitas de carro! Só que o marido não gosta dos franceses e tudo é extremamente caro por isso está dificil de o convencer... tenho de ser perseverante :)
Eu mesma já lá fui umas 3 vezes e gosto muito :)

Ainda bem que te divertiste muito!

Um beijo doce xxxx

Joana disse...

Felizmente também a sorte de conhecer Paris pelas mãos de quem tem a cidade no coração. É uma das cidades que 1 dia hei-de voltar.

beijinhos

Pusinko disse...

Jedi,
Pois, espera que elas vem a seu tempo.


Paula,
Entendo-te, mas eu conto-te umas coisas por email mais logo ou amanha e vais ver como o marido comeca a mudar de opiniao. True story.

Joana,
É incrivel como gostei de lá. E irás lá de novo :) Eu também quero voltar.


Beijokas a tutti

C.Spot disse...

Parece de facto uma bela cidade! Diz-me só uma coisa: há lá gárgulas?

Pusinko disse...

Vê o post seguinte todo dedicado às lindinhas :-D
Sim. Ha muitas em Notre Dame.