quarta-feira, 27 de março de 2013

Do Polegar Verde e arte do borralho



Sao 29  anos e muitos meses a resistir à dura realidade: Eu nao tenho jeitinho nenhum para plantas. Nem lareiras.


Atentemos aos factos:

- A única planta que me acompanha há 5 anos é um cacto.
- O Bonsai que acompanhou a minha adolescencia foi ressuscitado inúmeras vezes pelas maos amorosas da mae. Quando um dia o podei antes dela chegar e assim fazer uma surpresa, a resposta foi "surpresa é se este toco sobreviver"
- As frutas do quintal  que me deliciam sempre que vou a PT, sao obra da mae e do irmao.
- Em casa, sao eles que acendem lareiras como manda o figurino, das que crepitam alegremente a noite inteira. Se é preciso meter uma canhota a arder, lá vai Pusinko chamar por um ou outro pois, certo e sabido, bocado de madeira que eu coloque há-de ser no angulo que abafa o fogo.
- Todos os baldinhos de ervas aromáticas ao meu cuidado tem um destino muito triste se nao as consumir muito rapidamente.

Ciente de tudo isto, a roomie italiana - salvadora de todos os vasinhos cá em casa - vai de férias e recomenda-me que lhe cuide das plantas. Eu, que afoguei duas da última vez que ela se ausentou mais de 1 semana, estou incumbida da missao de nao chacinar seres vivos que, coitados, nao podem berrar nem fugir ao saber da notícia.



- Ahh e tal... Pusinko, nao tens um único exemplo positivo para partilhar  em tantos anos de vida?
- Hmmm... pode ser um episódio quase positivo?
- Sim.
- Entao é o seguinte: Em tempos morou 1 planta no meu quarto que, contra todos os prognósticos, se manteve linda, vibrante e saudável por uns largos meses (ou seriam semanas?). Nesse momentos acreditei que, por baixo da fuligem, este polegar moribundo era cinza claro ou verde-vómito.
- E nao era?
- Nao.
- E depois?
- Os Deuses irados com tamanha ousadia puniram-na severamente.
- Que lhe aconteceu?
- O gato comeu-a. (Literalmente.)


15 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

Só gostava de saber o que é que as lareiras têm a ver com isto. Também as deixas murchar, é isso? :P

Pusinko disse...

Jedi,
É mesmo isso: duas artes da casa que nao domino.
As lareiras que eu começar nao pegam direito e se tiver de olhar por uma feita por outra pessoa, há-de abafar :-(
Nas plantas é o mesmo. Se forem minhas vao num instante, se cuidar das de outros, ou é agua a mais, ou a menos, ou luz directa e nao devia ou temperatura elevada... De um jeito ou outro entregam a alma de clorofila ao Criador.
E botei tudo no mesmo post mesmo que o cu nao tenha nada a ver com as calcas :-)

Pusinko disse...

Tenho a leve impressao que devia dormir mais antes de teclar... Seja antes de dormir ou em estqdo zombie como ag..

Sol Negro disse...

nada a dizer...haahahhahah!


beijooooo

(já me fizeste rir)

Jedi Master Atomic disse...

Enviei-te um email :P

Joana disse...

Hahahahaha... por essa não esperava! O Gato deveria estar com parasitas daí a necessidade de comer a planta.
Eu tenho uma orquidea no meu quarto. É a minha orquidea. Como se fosse eu. Já cá está no quarto há perto de 2 anos. Engraçado que através dela apercebo-me de algumas coisas da minha vida que ainda não tinha reparado.
Faço reiki à orquidea e tudo. :D

Beijinhos

Pusinko disse...

Sol Negro
Pois... Rir e o melhor caminho :-)


Jedi,
Logo que chegue ao portatil vejo que isto no tlmv e mto chato

Joaninha
O JC tem o seu mini jarfimm tem erva de gato fresca. Aquilo foi feitiço e papou a unica prova de que eu poderia ter um olegaf menos assassino.


Beijokas a tutti

Paula Nogueira Guerra disse...

Prontos.... não chores mais, em alguma outra coisa deves de ser EXCELENTE!

Um beijo doce (✿◠‿◠)♥

Pusinko disse...

Paulinha,
Eu creio em ti :)
Em alguma coisa hei-de safar-me melhor que plantas e lareiras...

Beijo e obrigada <3

Rachelet disse...

5 anos? E tens a certeza que o cacto está vivo? Pergunto isto porque, comigo, até os cactos morrem e a verdade é que, nalguns, nem se nota. Tipo... continuam esverdeados e com picos. Continuam decorativos... right?

Pusinko disse...

Rachelet,
Estou em crer que sim.
Isto é, o meu cacto tem folhas carnudas e apresenta-se verde viçoso, mais tom menos tom. Quando seca ou tem um piripaque, a diferença é muito grande, não tem um efeito decorativo tão acentuado como os de folhas e picos fininhos (que seriam os ideais para mim, pelo que vejo). :)
É reconfortante saber que há mais gente sem alma de jardineiro no meio de tanta malta que se safa no departamento Plantas, Natureza e tal.

Rachelet disse...

Ah bom, as suculentas são umas chatas. Nota-se logo quando estão a quinar. O ideal para analfabetas da verdura como nós é mesmo cactos daqueles redondos ou compridos com picos (mas atenção, sem flor, senão denuncia os maus-tratos na mesma!).

Já tentei ter um cantinho com ervas aromáticas, mas até a salsa, que é quase como as daninhas e cresce em todo o lado, morreu. Diz que rego demais, diz que rego de menos, diz que apanham muita/pouca luz. Aquelas coisas deviam vir com manual e alarme.

Arisca disse...

Paz como eu, faz um canteiro de ervas aromáticas e diz que o teu jeitinho para plantas está intacto. As gajas sobrevivem e fazem maravilhas no tacho. Palavra de quem nunca manteve uma planta viva mais de um mês seguido!

D.Pereira disse...

eu também só tenho dois cactos... porque todas as minhas plantas morreram :x não tenho jeito para a coisa...

Poppy disse...

Oh... Também não se pode ter jeito para tudo :)

Contra todas as expectativas, fruto das minhas frustrações com plantas, tenho duas plantas em casa há meses, uma anda vai não vai, já por diversas vezes pensei que tinha ido de vez, a outra está fantástica, mas por alguma razão a Licas (gata) acha que a planta é um arranhador e mordedor...