segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Desafio - pergunta 18



18 - Qual é a tua definição para uma relação aberta? O que achas sobre isso? 

Desde que ambos estejam cientes do que envolve, e não se encham de expectativas de conquistar alguém que não está pronto para dar mais, tudo bem. Uma parte da minha relação anterior foi assim. Com o tempo e cumplicidade, os sentimentos evoluiram para uma relação "fechada".  Mas ambos estávamos de acordo quanto a essa decisao inicial. 





(Sem querer gerar fleuma, acho que as mulheres se esquecem mais deste tipo de "acordo". Não se manda no coração, mas manter 1 relação aberta à espera que o moço acorde um dia e só a veja à frente não é muito realista.)

8 comentários:

Paula Nogueira Guerra disse...

Tenho quase a certeza de que não conseguiria viver numa relação aberta... se não está preparado prepare-se; quando estiver logo falamos...

Um beijinho doce e boa semana xxx

Jedi Master Atomic disse...

Requer muita maturidade emocional para manter uma relação deste tipo. Parabéns a ti por o teres conseguido fazer ;)

AC disse...

Estive já em várias relações abertas e foram boas relações, mas tal como tu muito bem dizes nunca podes esperar que evoluam para mais que isso. Será sempre a teoria do "Tão bom enquanto juntos"

Beijinho* Pukas

Joana disse...

Concordo plenamente com o que escreveste dentro dos parênteses.

beijinhos

Ana B. disse...

Yep, concordo. Ou uma pessoa se mete nisso porque é mesmo assim que quer andar a viver (e acredito piamente que há alturas em que isto pode ser um bom cenário para algumas pessoas) ou se, como muito gente, diz que sim, que a relação é muito aberta e liberal à espera que o mocinho perceba que afinal nenhuma é melhor que ela... a coisa normalmente corre mal. Nunca desafiar um homem a encontrar alternativa é a palavra de ordem. Porque normalmente quem procura, encontra.

A Minha Essência disse...

Ui, é preciso uma mente muito aberta para este tipo de relação. Penso que nem todas as pessoas têm este poder de encaixe.

Sinceramente? Penso que não tinha.

Kiss

D.Pereira disse...

para mim não funcionava... e custa-me acreditar nas pessoas que têm uma e acham que vai continuar tudo as mil maravilhas... porque existe uma imensa probabilidade de sair alguém magoado...

Pusinko disse...

Paula,
Eu neste momento não estou para relações abertas, mas sei que quando aconteceu não fui iludida :) Não podemos pensar todos da mesma forma. E a relação aberta para mim, é uma fase, ou 1 affair, não aquilo que qero para "o resto da vida" ao lado de alguém.


Jedi,
Uhh lala Gracias xD
A verdade é que tudo o que pedi naquele momento foi algo descomplicado e, por paradoxal que seja, 1 relação sincera, sem meias palavras e aberta foi o melhor e funcionou até a querermos fechar. Foi bom das duas maneiras.

AC,
Eu só tive uma significativa neste conceito. E derivou para exclusividade de forma natural, não porque um puxasse ou fizesse alguma pressão emocional. Foi a relação mais madura que tive, é facto. No entanto, é como dizes: tão bom enquanto juntos e sem cobranças de parte a parte.

Joanna,
Eu acho que é algo intrínseco à mulher enamorada. O problema é que os acordos são para respeitar ou cair fora, sob pena de sofrer muito mais e deixar passar alguém disposto a dar tudo por nós.


Ana B,
Sinceramente, quando aconteceu, era a únia opção possível e a vontade de parte a parte, dado que acima de tudo havia 3000km no meio. O que não invalida grandes tormentos se for apenas com base na esperança de tudo mudar 1 dia. É um jogo perigoso e acima de tudo, na iminência de partir o coração, há que saber dar as fichas e cair fora.


Essência,
Não sei se é a mente, mas toda uma disposição e cenário que convida a experimentar. E acho que são fases da vida em que é possível acontecer algo assim sem males maiores. Ainda assim, há gente que se mete na boca do lobo para tentar conquistar 1 pessoa que não está pra aí virada. Tu sabes como és, mas há muita gente que pensa que se conhece e depois espatifa o músculo cardíaco.


DPereira,
Eu apaixonei-me pelo meu ex e não foi por isso que achei que deviamos mudar. Não foi sempre fácil, e da parte dele também não, mas há que ter poder de encaixe. Convenhamos que a distância geográfica facilitava essa opção mas, pessoalmente, quando nos conhecemos eu só nao queria quem me chateasse mas fosse um porto seguro ao mesmo temp. E foi o que tive. Um pedido ao Universo e concretizado.




Beijokas a tutti!