sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Não suporto trichas.


"Não... não... não entro num bar hetero. Não!"

Porquê libelinha? Vai na volta uma gaja pisca-te o olho e é o fim do mundo. Cruzes abrenúncio.

E foi um castigo convencer a trichinha* a entrar num bar onde - imagine-se - há homens que gostam de mulheres e onde todo o grupo queria ir na última noite de uma amiga nesta terra. Havia mais 2 gays no grupo e nenhum deles ganhou urticária nem se importou de conviver com a realidade: a maioria da população prefere galar o género oposto.


* eu não convenci ninguém. Por mim tinha ficado pelo caminho. Amigo de amigos de quem interessava nessa noite e ainda vai de armar escândalo durante meia hora e arrastar os pés. 

PS: Passa-se algo estranho no Blogger que não deixa carregar fotos ou é só o meu blog que teve uma travadinha?

4 comentários:

Joana disse...

Ela devia de estar com medo de gostar de se sentir desejada por homens. hehehehe...

Quanto ao blogger, ás vezes é complicado carregar fotos. Ainda não percebi bem porquê. :(

Beijinhos

D.Pereira disse...

lol até hoje não sabia o que era trichas xD

PinkPoison disse...

Enriqueces-me o vocabulário... :P

Poppy disse...

Não tenho problemas desses com os meus amigos gays :) Mas pensa pelo lado da moça (é uma moça?), essa saída à partida para ela seria infrutífera, a grande questão é... "a maioria da população prefere galar o género oposto." do que eu vou observando acho que tende a diminuir esta diferença, mesmo em chamados bares hetero :D