terça-feira, 10 de abril de 2012

Bora daí ser rebelde e virar gay?


Pelo menos é o que pensa o senhor que assina esta crónica:

AQUI


Faço minhas as palavras do Bruno Nogueira

"Este José António Saraiva é o mais próximo que o homem consegue estar do tijolo. Que tristeza."

10 comentários:

Confuskos disse...

"Pelo modo como coloca os pés no chão, cruza as mãos uma sobre a outra e inclina ligeiramente a cabeça, percebo que é gay." - Oiii!! ??

Há tipos com o olho bem treinado!! Epahhh... neste contexto, não soou nada bem!! :P

Beijinho grande miúda regressada :)
Miss You!

Gadreel disse...

vá, não chames nomes aos tijolos...


beijoca

Pusinko disse...

Confuskos,

E que olho. Eu hoje passei a tarde a tentar identificar esses maganos dos moços gays por rebeldia, e só vi daqueles que são gays porque não têm motivo para esconder do mundo e estão a fazer pupu para aas análises de gente como o senhor da crónica :)

Beijo para ti também! Estou contente por regressar ;)



Gadreel,
Não fui eu, foi o Bruno Nogueira. Ainda assim, como todo o respeito pelos tijolos, eu gostei do comentárioq ue ele fez ahaha

Beijo em ti

Joana disse...

Concordo com o comentário do Bruno Nogueira.

Mas fiquei a pensar se esse José António Saraiva não será um gay camuflado que não tem coragem de ser rebelde.

beijinhos

D.Pereira disse...

eu as vezes prefiro nem ler este tipo de coisas para me chatear...

D.Pereira disse...

agora apercebi-me que comentei rápido de mais e não tenho a certeza se escrevi como deve ser... de qualquer maneira repito..
"para não me chatear"

Pusinko disse...

Joana,
Isso é muito bem observado. Não me tinha ocorrido que pode o senhor ser um dos reprimidos pela sua geração. E frustrado, então. coitado do senhor, se é isto mesmo.


D.Pereira,
Eu percebo. Fui lá ter por um link de um amigo meu num email. Tive de partilhar porque tenho amigos gays que adoro e que ainda lutam por ser iguais ao resto do povo. E porque gente que tem o olho clínico deste senhor da crónica deveriam usá-lo para se verem ao espellho, antes de mandar bitaites em público.


Beijokas a ambas.

André disse...

dei-me ao trabalho de ler o artigo todo e ...

1- gajas, sempre gostei de gajas, desde que tinha 2 anos e vi a helen mirren a fazer de morgana no filme excalibur prai com essa idade, nunca duvidei e nunca mudaria só porque os amigos... eh pá, ca raio de argumento mais patético.

2- Já foi diversas vezes assediado de um modo.. hum... incorrecto por homossexuais - tipo, porem-se a olhar para o meu pénis no ginásio... é que ao menos pagavam-me um jantar primeiro... e isso não me leva nem deve levar de modo algum a fazer uma generalização sobre toda a gente que tenha essa orientação sexual

3- descriminação e generalização só é valida e tem graça se for a gozar com o fifica - por exemplo, que são todos fogareiros... mas isso nem é graça, é facto.

4- A única coisa que me irrita na homossexualidade "social" como a vemos hoje é, e muito pelos amigos homossexuais que tenho, as bichas, a caricatura de uma mulher pelo exagero.
é suposto ser um gajo normal que gosta de homens ou uma mulher que gosta de mulheres, apenas isso, não uma caricatura como disse.

desculpa o comentário king size, andei a acumular no teu tempo ausente

Paula Nogueira Guerra disse...

São os desejos reprimidos que o levam a dizer tais barbaridades... por isso e por outras é que não gosto do senhor.

Haja santa pachorra !!!!

Confuskos disse...

A crónica do "Tubo de Ensaio" na TSF de hoje é sobre este artigo, se tiveres oportunidade ouve, mais logo ou amanhã já deve de estar em podcast! :)))))

Ganda Bruno!!

Beijinho P.*