segunda-feira, 6 de junho de 2011

Nota eleitoral

Abstenção nas eleições legislativas portuguesas chega a 41% e bate recorde

 GRANDE VENCEDOR!

A TODOS OS QUE NÃO FORAM VOTAR POR PREGUIÇA,

NÃO SE ESQUEÇAM DE COMEÇAREM A MALDIZER TUDO E TODOS DAQUI A 3 SEMANAS, TÁ?




21 comentários:

Cacarol disse...

3 semanas...Vão começar já amanhã*

Manuel disse...

Eu fui votar e "mamei" a bucha de defender o direito de voto.

Para quê?

caramelo disse...

vão submeter ao silencia e bater com a cabeça na parede!

Pusinko disse...

Caracol: é capa, mas é um período de adaptação que dou. A música, na realidade não muda...

Manuel: Para quê não sei bem, porque não acho que mude muito.
Só discordo que possamos dar a nossa opinião a eleger quem nos governa e 40% das pessoas ficarem em casa. Todos querem liberdade de expressão e quando são chamados a exprimir-se deixam que os outros falem por si...

Caramelo: não ficam em silêncio não. É muito fácil abrir a boca e queixar. Até porque a conjuntura actual dá azo a queixas.


Beijokas a tutti

Leana disse...

Olha, eu fiz 60Km só para ajudar a correr com o Sócras!


Bjinhoooo ;)

teardrop disse...

Os que não votam são quase sempre os primeiros a começar a reclamar... A abstenção ganhou, é "o do costume".

Isis disse...

Subscrevo o que o Manuel escreveu :(

Daniela Pereira disse...

o partido em quem votei pode não ter ganho, mas sinto-me orgulhosa de nunca ter faltado com o meu voto e nunca mas nunca sem ser por razões de força maior, faltarei com ele.
acho lamentável estando como estamos darem-se ao luxo de não ir votar.

Luis C disse...

A sério? E porque não actualizam os cadernos eleitorais? E porque não eliminaram quase 1 milhão de eleitores fantasmas? As derrotas são tramadas de se justificar e tentar justifica-las com algo que é do conhecimento geral, mais ridiculo se torna.

Pusinko disse...

Leana: E fizeste tu muito bem :)

teardrop: ganhou, numa altura destas é muito condenável... muito. Se nao o for sempre.. Afinal somos chamados a dar uma opiniao.

Isis: A resposta é para os dois entao :) O que acho é que quem tem possibilidade de participar na escolha de quem nos governa, deve faze-lo de algum modo. Eu era para ter votado no Pato Donald (escrever lá mesmo) mas depois mudei de ideias.

Daniela Pereira: Pois que nao tenha ganho. mas foste. E isso é o que conta :)

Luis C: Eu nao sei. Eu li a notícia em vários orgaos de comunicacao e nao tenho conhecimento de tantos eleitores fantasmas. Nesse caso é ainda mais ridículo por um lado. Por outro, sempre foi mais gente votar do que parece...
Obrigada pela informacao. Tenho de procurar algo a respeito.


Beijokas a tutti

Pusinko disse...

Leana: E fizeste tu muito bem :)

teardrop: ganhou, numa altura destas é muito condenável... muito. Se nao o for sempre.. Afinal somos chamados a dar uma opiniao.

Isis: A resposta é para os dois entao :) O que acho é que quem tem possibilidade de participar na escolha de quem nos governa, deve faze-lo de algum modo. Eu era para ter votado no Pato Donald (escrever lá mesmo) mas depois mudei de ideias.

Daniela Pereira: Pois que nao tenha ganho. mas foste. E isso é o que conta :)

Luis C: Eu nao sei. Eu li a notícia em vários orgaos de comunicacao e nao tenho conhecimento de tantos eleitores fantasmas. Nesse caso é ainda mais ridículo por um lado. Por outro, sempre foi mais gente votar do que parece...
Obrigada pela informacao. Tenho de procurar algo a respeito.


Beijokas a tutti

Paula NoGuerra disse...

Eu não fui votar não por preguiça mas por PURO descontentamento.
Neste momento ganhasse quem ganhasse não irá ajudar este país. O que este país precisa é de ideias novas e não retrógadas como a dos politicos actuais. Não votei pois tenho o DIREITO de não votar! E essa percentagem deveria de DIZER MUITO MAIS do que aqueles que votaram nos bananas que lá se encontrar a "tentar" governar algo que, neste momento, está longe de ficar bem. A mentalidade tem de mudar, e a portuguesa deixa muito a desejar! Infelizmente... mas isto é apenas a MINHA opinião!

Bjs doces***

JP disse...

Olá Pusinko,
Fui votar... achei por bem fazê-lo.
Quaisquer que sejam as circunstâncias devo fazê-lo, seja voto em branco ou num partido, não coloco a minha decisão nas mãos de outrem... mesmo que ela não seja a escolha da maioria. Se bem me recordo, falhei duas eleições... ambas por me encontrar em África.
Compreendo os que se recusam votar por não se reverem no actual sistema partidário mas na minha singela opinião a melhor forma de protestar é votar em branco.
Um comentador referiu-se aos eleitores fantasma... é um facto, confirmo. Não acredito que os números da abstenção seja a divulgada.
Cumprimentos


Nota: reparei que a Pusinko (um nome bem curioso para uma administradora) decidiu "seguir" o meu blogue... foi uma questão de fé, só pode ;-) ... obrigado!
Com a devida autorização da Pusinko, por cortesia, passarei periodicamente por este blogue. O prazer será todo meu...

Pusinko disse...

Paula: eu entendo a tua opinião. E respeito, obviamente. Não partilho porque acho que votar em branco é uma manifestação activa de descontentamento.
Votar é um direito ou um dever. Sendo um direito, é óbvo que podes não usufruir dele.
De resto, partilho a tua ideia quanto à urgência em mudar mentalidades...
Beijão :)

JP: Olá!
concordo com o que disse sobre ir votar. Já falhei eleições e não pretendo que se repita. Quero ter uma voz, mesmo que seja branca. Entendo essa como a manifestação de descontentamento "audível".

Questão: Porque é Pusinko um nome curioso para administradora? Agora fiquei curiosa :)
Decidi seguir o De partir o coco porque gostei. Já não sei como lá fui parar, mas assim posso lá voltar mais vezes.
E será um prazer receber a visita do JP por estas bandas. Se bem que, fique claro, este blog vive de uma grande dose de parvoice. Mas é um blog simpático em dias de sol. :)

REBELDE disse...

Tens toda a razão, as pessoas demitem-se do seu papel de cidadãos e depois julgam que tem direito de criticar quando nada fizeram para contrariar o que está mal. Só faz falta quem cá está, na verdade.
Bj

JP disse...

Olá Pusinko
Sobre a tua questão...
É a segunda vez que fico especado a olha para a tua pergunta... um especado a tender para o parvo. Temo que existirá uma terceira vez... é que não me recordo da razão por que escrevi tal coisa.
No entanto, no meio de tanta parvoíce, há duas coisas que sei... o meu neurónio de estimação pifou e estou a necessitar de férias.
Cumprimentos

Pusinko disse...

Rebelde: Agora é ver como corre e deixar andar uns tempos, que a nossa parte está feita. :)

JP: Pronto, só achei engraçado que alguém tivesse um pensamento sobre o meu nick na blogosfera. Se não recordas não tem problema. É uma palavra checa que tem a ver comigo :)
Os meus pêsames. Neurónio de estimação são uma dor terrível quando se vão. Bem sei o que isso é. Tenho o meu nos cuidados intensivos, ligado às máquinas. Espero que a tragédia não se abata sem o pequenino receber a extrema unção...
Das férias, sei que não verei as minhas este ano. Espero que haja melhor sorte desse lado.

Cumprimentos :o)

JP disse...

Olá Pusinko
eu vi a palavra algures, daí ter achado piada, mas não me recordo de onde.. ou foi através de um casalinho (primos) que viveram na Roménia e que hoje reside na Alemanha se foi por outra fonte.
Agradeço os pêsames (até porque com esta visita é a terceira vez que fico aparvalhado).
:-)
Já não é nada mau o teu neurónio estar nos cuidados intensivos.
Eu não terei férias... há muito que decidi.

(vou fingir que não vi essa emoção ;-) )

Pusinko disse...

JP: Pusinko é uma palavra checa, um nick atribuido por um amigo de lá há uns anos valentes. E eu gosto muito, e tem a ver comigo :)

De facto ainda está vivo o meu neuronito. Um tsunami cerebral levou os outros. É um fenómeno interssantíssimo esse do tsunami. Há muita e boa investigação a respeito. E passo a citar: "This mass tissue depolarization propagates through gray matter as a wave, or ‘brain tsunami’..."

Férias quem me dera! Mas prioridades são prioridades e depois vão saber muito melhor. no p´roximo Verão, claro!

Beijoo

JP disse...

Olá Pusinko

Ah! Que parvoíce a minha (que se encontra ao nível do sono e do cansaço)... bem me parecia que tinha visto a palavra em algum lado... pusinko significa doce/doçura ou algo do género, será isso?

Ui! De neurologia pouco ou nada percebo... sei que não se deve bater com a cabeça para pregar pregos, pouco mais. ;-) No entanto... pela frase não me cheira que seja coisa boa, como tal, dá-te por satisfeita por salvares O neurónio.

Assim seja, quando surgir a oportunidade... boas férias. :-)

Beijo

(por hoje fico por aqui.. estou super cansado... mas prometo regressar, mesmo com sono e ramelas, de bom grado leio o que escreveres)

Pusinko disse...

JP: Bom soninho entao :)

Pusinko é entre isso e mimo, beijo ou aquele que beija...

O Neurónio está a reccuperar com alguma vida social e ginásio para o resto do corpo que alberga o tal.

Férias no ano que vem, ams a valer.

BEijo
(Sim, descansa bem. E Sê muito bem-vindo aqui! Com sono e ramelas, porque para vir cheio de energia não é grande adianto. Aqui não se aprende muito... é mesmo raro e esses momentos estão identificados para ninguém se confundir com um blog que se leva a sério :)
Obrigada