segunda-feira, 23 de maio de 2011

Vai uma estupidez a meu respeito? Vai ter de ser... Pusinko e o embarque


Na loucura, viajar em low cost. Low cost que, ou é bem planeado, ou é high cost. Foi high cost, mas isso nao interessa nada agora. É uma estupidez à parte...

Era uma vez uma menina chamada Pusinko que estava num aeroporto de um reino bué bué longe (não era), após uma viagem bué bué longa e atribulada noutros transportes para chegar a horas a um sítio. (Que é qual? É um, de certeza.)
Pusinko desde sempre manifestou preferência por lugares com janela. Sabia de antemão que, regra geral, low cost não sucumbia à mariquice de lugares pré-definidos e era tudo uma rebaldaria. Esperou 30 minutos em pé para garantir o tal lugar à janela pois previa acotovelanço na hora de embarque. Nessa altura, Pusinko sorria com um ar de cabra e olhava superior para a fila gigante de pessoas menos precavidas que defendiam os seus lugares de uns trolls sem modos dispostos a peixeiradas para passar à frente.
Chegada a hora, Pusinko entrega alegremente os documentos ao aeromoço (que ajudava a aeromoça a despachar, pois o voo já estava atrasado).
Num sorriso enigmáticó-filho-de-uma-cancela-batedeira, o aeromoço informa em língua de Camões (o zarolho dos poemas) "Minha senhora, o voo para o Porto é na porta ao lado".......... e continua o seu trabalho com o próximo passageiro.

Alto! Pára tudo! Pusinko ficou sem pinga de sangue! Processou a informação, arrumou o ar de cabra na caixinha e soltou a tromba de dias de tempestade, a qual se desenrolou uns metros pelo chao. Sem pressa (pra quê?), dirige-se para o fim da fila para o voo com destino ao Porto que era, ironicamente, ainda mais XL que a anterior.

Questões dos ouvintes (hoje este blog é uma telefonia, esqueci de referir):
- Ah e tal, mas ela não reparou que estava rodeada de pessoas que falavam um estrangeiro desconhecido? (Ouvinte curioso 1)
- ...
- E não reparou numa certa uniformidade de rostos, olhos e cabelos dos elementos da fila (errada) que seguiam para leste, bem diferente dos passageiros com destino ao Canteiro à Beira Mar? (Ouvinte curioso 2)
- ...
- E como acabou a aventura? (Ouvinte curioso 1)
- Ahhh essa é fácil. Pusinko levou um estaladão do Universo e endireitou-se.
- Ainda bem que serviu de algo. E em que lugar se sentou afinal? (Ouvinte curioso 3)
- O Universo sabia que Pusinko estava de directa e, nas 2 semanas seguintes, provações de vária ordem a aguardavam (como ela viria a confirmar), na sua eterna bondade, presenteou Pusinko com o único lugar à janela e os 2 seguintes vagos para que pudesse descansar o pernil em melhores condições.
- Não terá isso tido um efeito contraproducente no ensinamento inicial do Universo? (Ouvinte curioso 3)
- Bem, Pusinko não se esquece assim tao rápido de um bofetão aplicado por uma entidade com mais de 20m de comprido e que se expande continuamente... Além do que, passando a viagem sózinha, não pode travar belas e promissoras amizades. Foi obrigada a um momento de reflexão, portanto. Tem o mesmo efeito de ficar virado para a parede nos castigos da primária.
- Tá boa, então. Até à próxima. (Ouvinte curioso 2)
- Adeus.
- Adeus. Vai pelas beirinhas. (Ouvintes 1 e 3 em coro)


16 comentários:

Daniela Pereira disse...

lol és mesmo engraçada :)
eu também estou sempre a lutar pela janela, é mais aconchegante não sei porque :x

Julie D´aiglemont disse...

Vai pelas beirinhas?! Ahahahahah É maravilhoso!

Pusinko disse...

Daniela Pereira: Ainda bem que gostas :D
É aconchegante e dá pra dormir melhor sem pender para ombro alheio. Especialmente porque 80% das viagens faco sózinha...

Julie D'aiglemont: É uma expressao cá da terra. Terá alguma lógica que eu prefiro nao explorar. Mas é uma expressao que estimo muito xD


Beijokas a ambas e duas (outra expressao que aprecio muito)

who's yo' mama?! disse...

É tão genial a maneira como tu escreves!

Pusinko disse...

who's yo' mama?!: Ui! Estou em extase!! (O ego nao se ve bem daí porque eu moro longe, senao...) lolol Gosto muito de partilhar os momentos parvos da minha vida e este é didático porque aprendi várias coisas no espaco de 1h (sim, que voltei a esperar quase meia hora, que os tugas eram muitos mais).

Beijinhos :)

Julie D´aiglemont disse...

Mas diz-me quais as fontes de gente sensual a que te referias no meu tasco, please.

Pusinko disse...

Julie: Mandei-te um email... ora verifica com teus próprios olhos.

Joana disse...

o que me ri a imaginar a situação. Hehehe...

Beijinhos

Lost Soul disse...

Pusinko às vezes nem sei como te comentar hehehehehe, que grande post hehehehe...boas viagens....melhoreees que essa!!

beijo

Ps; tás com sorte...se fosses para Braga com um jeitinho ainda vias Braga por um canudo!!!isto é ficavas em terra

Isis disse...

Só tu. Gostava de ter visto a tua cara ;-)

Pusinko disse...

Joana: Pois, eu também quase rio agora. Pah... pronto, rio mesmo porque foi um momento parvo em geral!

Lost Soul: É mais um post de parvoice real com a conversa com os seres pequeninos que habitam a minha pessoa.
PS: Se houvesse aeroporto em Braga, aterrava lá :p

Isis: qual das caras? A de cabra ou a de elefante? Porque ambas têm a sua graça, mas pelos vistos o pessoal curte o meu ar de amuada, desde que não seja com eles Ahaha


Beijokas a tutti

Sérgio Pontes disse...

Diverti-me imenso a ler este post. Bj

pink poison disse...

Depois eu sou pirulas por ser fotografada na sanita...:P

.:GM:. disse...

É o que dá viajar em Low Cost. Don't get me going about low costs!!! E quando tenho de viajar em Low Cost - o mais normal é ir e vir a Madrid no mesmo dia pela Easy jet pois os preços da TAP são proibitivos - sou o gajo que fica para último. Prefiro ir uma hora sentado no lugar do corredor que meia hora de pé para assegurar o lugar da janela. Mas isso sou eu. E Low Costs?? Só mesmo em úúúúúúlltiiimmmooooo caso. :-P

Miazinha;) disse...

LOLOL és do melhor!!!! LOL

Leana disse...

Ehehehehe tu não existes rapariga!

**