segunda-feira, 2 de maio de 2011

O meu gato tem uma paciência infinita porque

eu canto todos os dias para ele, e nunca me tentou atacar.

Nunca me canso de admirar este espírito de sacrifício... porque o musicol não é bonito, não senhor. O amor que nos dedicam :)

11 comentários:

Paula NoGuerra disse...

Mas eles nos tratam melhor que muitas pessoas ;D

Julie D´aiglemont disse...

Tu tens consciência que é proibido torturar animais? Tens?

Pusinko disse...

Paula NoGuerra: Pois tratam... e também são mais confiáveis do que muita gente :)


Julie D'Aiglemont: Nessa perspectiva não tenho muita moral para vir falar dos rireitos dos animais na secção de escárnio e maldizer, em que 1/2 dos post são a reclamar dos animais dos outros... mas tenho a mania porque, apesar de tudo o gato ainda ouve bem. Um dia sentirei a consciência pesada por estas atitudes, eu sei.


Beijokas a ambas

A Minha Essência disse...

Risos... o amor é cego! :P

Kiss

Pusinko disse...

A Minha Essência: o amor diz que é cego... mas na volta também é surdo. A bem da minha relação amistosa com o JC :)

Beijinhos

Daniela Pereira disse...

eu fazia isso com a minha cadelita, ela uivava comigo xD

Leana disse...

Enquanto leio isto a minha Sissi anda aqui ocupadíssima a ver se destrói um fio solto da carpete ;)

São uns amores!

Kiss**

Pusinko disse...

Daniela pereira: O JC não uiva.. mas eu não sei como ele aguenta......

Leana: Pois são, por isso é que a gnte não lhes resiste, memso que façamos maldades como cantar e tal...... eles destroem coisas com amor xD


Beijokas a ambas :)

Joana disse...

Eles são nossos fieis companheiros e aceitam-nos exactamente como somos sem reclamarem. :)

Beijinhos

Isis disse...

O meu cãozinho (35kg!) ressona para mim :)

Pusinko disse...

Joana: É por issoq ue se pode amar os animais ao memso nível das pessoas... algumas pessoas.

Isis: 35kg é muito cãozinho lol
E é um ressonar fofinho, aposto :)


Beijokas a ambas :)