terça-feira, 17 de maio de 2011

Gosto muito

deste:
Christ on the Sea of Galilee (1854)
Eugène Delacroix
e deste:

Time Transfixed (1938)
René Magritte


Nos meus interesses recentes entrou Magritte estilo fulminante, já que nao conhecia grande coisa até há algum tempo atrás. Estes dois, embora estilos diferentes agradam-me bastante e, de Delacroix nao sabia muito. Tenho de agradecer à Ce. por mos ter dado a conhecer :) e contar histórias de telas como quem embala bebés. Já tenho saudades tuas, miga, ainda agora foste.
E eu que já vi este de Magritte ao vivo e passou-me ao lado :/ Hoje não passava.

10 comentários:

Joana disse...

Eu de pintura não percebo nada, mas tenho uma amiga que é de história de arte e tive a sorte de fazer uma viagem pela Europa com ela e ficar a saber a historia dos quadros que via ao vivo. Fui uma experiencia excelente.

Beijinhos

Julie D´aiglemont disse...

Lidos. Por acaso nem sou nada apreciadora de arte contemporânea em geral e do dadaísmo em particular, mas gosto de Magritte.

pink poison disse...

Não gostas de Matisse? É o que mais gosto.

Paula NoGuerra disse...

Gostava de perceber mais, mas adoro pintura ;.)

Pusinko disse...

Joana: foi assim que conheci o trabalho de van Gogh. Esperei 6 meses em Amsterdam para a minha tia me visitar e guiar no museu que lhe é dedicado... e desde então, van Gogh ganhou outra dimensão para mim. :)

Julie D'aiglemont: Gosto de trabalhos dispersos e alguns artistas em particular. Tendo mais para o clássico. Do moderno (para ficar horas na fila para entrar) Dali, Frida Kahlo... e quando houver Magritte, por curiosidade.

pink poison: gosto :) ainda não apreceu por cá, acho eu. MAs qualquer dia... hoje foi uma espécie de homenagem à amiga que me falou de Magritte como de um filho... e me passou um livro XL com obras dele. E aprendi a gostar enquanto li.


Beijokas a tutti

Daniela Pereira disse...

desconhecia mas gostei :)

who's yo' mama?! disse...

Eu sou uma apaixonada pelo trabalho da René Magritte! Adoro o Perspicacity e o The Son of Man, este último que, já o conhecendo muito antes d'"O Caso Thomas Crown", me fez ficar de beicinho pelo filme. OK, o rabo do Pierce Brosnan lá p'ó meio também ajudou. Mas não obstante!

Pusinko disse...

Who's yo' mama?!: Vou responder-te com mais calma depois aos outros comentários...
Só conheci esse do filme no próprio filme... e admito à forca toda que o rabo do Brosnan pode ter eventualmente contribuido para eu recordar o Caso Thomas Crown por 2 razoes: o quadro, central na história... e o actor referido...
Um amigo meu, mas carou-se assim no Carnaval 2009 :D
Entretanto conheci muito de Magritte de uma vez só e agora vou apreciando aos poucos... :)

who's yo' mama?! disse...

Agradeço, mas não tens que responder ;) Eu é que quando me atraso nas leituras quotidianas, volto atrás e comento como se de um produto fresquinho se tratasse...

É uma grande ideia para o Carnaval, de facto!

Leana disse...

Adoro arte, particularmente pintura!

Gosto muito de Magritte, não me importava nada que esse morasse cá em casa :)

Bjinhossss**