domingo, 22 de maio de 2011

Definicao prática_ Masoquista e vítimas do sistema

Qualquer jovem mãe de 2 crianças (jovem mas não adolescente, alguém de quem já se espera um bocadinho de juizo) que faça uma viagem de cerca de muitas horas entre vários transportes públicos, com carrinhos de bebé, malas, lancheirinha, brinquedos, mudas de fralda... e, deliberadamente, use sapatos de tacão fino a rondar os 10cm... é masoquista.

E vítimas do sistema?
São os bocados de pé revoltados que tentam sair por todos os lados.
Mártires é o que é. Coitadinhos....

Aquele ditado suavemente feminista que diz: A mulher consegue fazer tudo o que um homem faz, com tacões... nao é para ser levado tãaaao à letra.

7 comentários:

Lost Soul disse...

admiro a garra das mulheres....por isso estão a ocupar tudo em todo lado!!


beijo

Julie D´aiglemont disse...

Mas quem é essa jovem mãe?

Pusinko disse...

Lost Soul: As mulheres têm imensa garra e tudo e tudo e tudo. Mas aqui não foi garra. Foi parvoice que os pés metiam dó

Julie D'aiglemont: Uma mulher que fez a mesma viagem do demo em low cost que eu não vai à muito
E encontramo-nos no combóio e várias horas depois disso. Quando a vi no aeroporto já aqueles pés eram bifes a querer sair de tão inchados e mau aspecto, por tanta canseira.


Beijokas aos dois

who's yo' mama?! disse...

É verdade sim! E está toda em: "tudo o que um homem faz" ;)

Joana disse...

Eu ainda não sou mãe, mas pela experiência que tenho com o meu afilhado e mais uns quantos sobrinhos emprestados é que usar tacões e cranças não é compatível.

beijinhos

Daniela Pereira disse...

eu não uso dessas coisas, mas calculo que com o habito já não é tão doloroso, ou isso ou então é tudo uma cambada de doidas. eu cá não sacrifico os meus pés, muito menos as minhas costas.

Pusinko disse...

Who's yo' mama?!: Claro que sim, mas sem oexagero de usar saltos combinados com criancas em viagens penosas...

Joana: Também nao tneho filho nenhum e nao viajo de tacoes. Para mim é masoquismo.

Daniela Pereira: Eu uso e gosto de tacoes. MAs tenho 1 problema de costas e restrinjo a ocasioes especiais.
De qualquer maneira sou pessoa que vai trabalhar de sapatilhas. Se a senhora estava habituada nao sei, mas os pés estavam em protesto... muito protesto.

Beijinhos a todas