sábado, 19 de março de 2011

Dia do (meu) Pai

Se o meu pai tivesse metade da família não estava pior. O meu pai tem um humor complicado e tem uma filha a condizer e um filho que vale por muitos. O meu pai nem sempre sabe dizer coisas fofinhas. O meu pai dá abraços muito apertados que valem por todos os que não posso ter nos períodos em que nao o vejo. O meu pai tem dois filhos altamente e sabe disso. O meu pai tem um coração enorme. O meu pai teve uma vida do caralho. O meu pai tem uma saúde débil. O meu Pai luta todos os dias contra males filhos-da-puta. O meu Pai é um herói. O meu irmão concorda, que eu sei. E eu queria estar mais perto às vezes. Eu amo o meu pai.

Este é o postal do dia do pai que nao posso mostrar porque tem palavrões. Eu sou uma menina bem educada. Quando calha.Ainda assim, vou ali fazer outro postal para ele ler.

6 comentários:

Margarida disse...

Oops..., acho bem..., tudo de bom para o teu pai.
Aproveita-o bem, OK?
(e o mano, deve ser bom, ter um mano; e ainda um pai, já agora)
Beijinhos.
(e pimenta na língua, menina!)
;)

Pusinko disse...

MArgarida: Eu tenho pimenta na língua e o postal foi diferente disto. MAs há aspectos da realidade que às veyzes nos libertam com 2 ou 3 palavroes. Nao tenho por hábito usá-los... no blog, especialmente. Só tem saído um "phoda-se" e tem de sre 1 situacao mas complicada para merecer esse desabafo.
Mas às vezes custa.....................
E eu vou aproveitar o meu pai ao maximo, cada momento que temos. So quando estou em Portugal, bem menos vezes do que gostaria :)
Eu volto ao normal quando dormir depois de uma noite com white ladies feitas por quem sabe para relaxar :)
BEijinhos

Pusinko disse...

Margarida, ao reler o que escrevi, podia ter mudado algumas palavras, mas decidi deixar tal como me surgiu na cabeça no momento em que tive saudades...
E tenho um mano, o maior também. E mãe. Por isso, tenho um tesouro de pessoas enorme.

Margarida disse...

Eu entendo..., claro que sim...
:)

Pulha Garcia disse...

muito bonito.

Pusinko disse...

Pulha Garcia: obrigada :)
o postal foi adaptado... mas só um bocadinho