quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

De volta a relações... ou ralações

Custou. Custa. É um processo. É aprendizagem. É uma montanha russa que segue com algumas paragens, mas cuja viagem é cheia de curvas e contracurvas. É descobrir que se me sentir sózinha é porque estou a fechar portas aos meus amigos, e cabe a mim levantar o rabo da cama e encontrar-me com eles e celebrar cada momento juntos. É saber que só pode melhorar, mesmo quando parece que tudo esmoreceu. 
É chorar (se precisar) e limpar a alma e o coração para quem souber cuidar bem deles a seguir. É fazer mais desporto e suar as toxinas todas. É expurgar os pensamentos macerados de auto-compaixão e dar espaço à valorização disto tudo (sobrancelha arqueada ^, sim só uma que tem mais graça e é difícil). 
É uma nova etapa que se anuncia no horizonte e este é o período de limpeza, mudança de vestuário e usar as novas caneleiras, luvas, capacete... que fomos adquirindo em experiências passadas.  Tudo isto com o coração sereno e a certeza que está tudo sob controlo.
Estou a fazer isto tudo e com baton vermelho e olho riscado.

Sem comentários: