terça-feira, 18 de janeiro de 2011

T4, T0, T5, T3/2

Há coisa de 3 meses reparei que, na minha vida (a qual não vai assim tãaaaaaao longa) já partilhei casa com um montão de pessoas. Feitas bem as contas, entre 3 semanas e 1,5 anos foram 24 (que me lembre) os escolhidos por um demónio paralítico para conviverem comigo mais do que o resto da malta que tem de me aturar fora de casa. Seria caso para dizer "o Jesus castiga" (não, não é o Jorge, esse é anda a ser crucificado castigado pelo Vilas-Boas :o)   O certo é que decidi dedicar algum tempo a procurar no meu hipocampo o que ficou de cada uma dessas pessoas e de que modo as vejo passado tanto tempo... ou nem por isso.

Por respeito a alguns visados nos próximos capítulos, a escrita deve sair em inglês, a não ser que eu me canse, já que o blog é para eu fazer o gosto às teclas na bela da língua materna que tem sido tão discriminada nos últimos tempos (por mim, então)...
Cada um vai ser apresentado por ordem cronológica e agrupados por apartamentos em que vivi.
Além da inicial, há uma alcunha mais ou menos glamorosa para cada um. E detalhes mais ou menos sórdidos, dependendo de quem tiver a rifa num dia de humor azedinho.

A ver vamos... é muita gente carago!

Sem comentários: